Neto Nascimento segue dominando em Laguna Seca. Após vencer a etapa do Brasileiro de Turismo GT, o piloto da Bardahl SimRacing fatura também a primeira bateria da Masters of Track e assume a liderança do campeonato. Agustin Canapino venceu a segunda bateria

Agustin Canapino

A primeira bateria da Masters of Track em Laguna Seca foi toda de Neto Nascimento. O piloto fez a pole com o tempo de 1min19s389, quase três décimos à frente de seu companheiro Eduardo Borgert (1min19s681). Alysson Pacheco, Hercules Santos e Victor Koitla completaram o Top 5 do grid. Em uma largada tranquila, os três primeiros mantiveram suas posições enquanto Hercules, com um pequeno erro, perdeu posição para Koitla e Ricardo Margarida.

Na segunda volta, Alysson partiu para o ataque em Borgert, que errou na subida para o famoso Saca-Rolha, cedendo a segunda posição para o piloto da Sinister. E aí ficaram definidas as posições do pódio até a 19ª e última volta. Victor Koitla chegou a sofrer ataque de Hercules Santos, mas manteve a 4ª posição com certa tranquilidade. Hercules, por sua vez, passou a ter uma disputa ferrenha com Agustin Canapino pela quinta posição, até que na volta 16 o argentino finalmente conseguiu a ultrapassagem para completar o Top 5 da primeira bateria.

Segunda bateria em Laguna Seca

O grid invertido da segunda bateria trouxe Ricardo Margarida e Rodrigo Capeleto na primeira fila, Leo Bonilha e Eduardo Nogueira na segunda. Os três primeiros mantiveram suas posições no início da prova, com os pilotos num ritmo muito semelhante. Neto Nascimento e Alysson Pacheco tentavam recuperar as posições por conta da inversão do grid, mas sem muito sucesso. Alysson abandonou a prova na volta 6 e Neto, sem conseguir ultrapassagens em pista, decidiu antecipar sua parada obrigatória no final da mesma volta.

Margarida e Capeleto seguiram liderando o pelotão, enquanto Canapino e Hercules reeditaram sua disputa da primeira bateria, até um toque entre os dois no Saca-Rolha, com prejuízo maior para Hercules. Com um ritmo forte e uma estratégia certeira, Agustin Canapino assumiu a liderança após os pit stops para reabastecimento e ali se manteve até o final da prova. Ricardo Margarida garantiu a segunda posição após resistir ao ataque de Neto Nascimento, que havia feito estratégia diferente de parada. Leo Bonilha e Rodrigo Capeleto completaram o Top 5.

Confira os melhores momentos da prova:

Assista o VT na íntegra:

Extreme Masters of Track estreia com grid lotado e vitórias de Roque Garcia e Rubens Barrichello

set 20, 2017

Em noite de baterias para lá de agitadas, Roque Garcia dominou a primeira bateria e Rubens Barrichello em noite brilhante venceu a segunda bateria e de quebra pulou na ponta do campeonato.

O qualify já mostrou que teríamos uma etapa repleta de disputas devido ao nível equilibradíssimo dos pilotos. Roque Garcia conseguiu numa bela volta registrar a pole position, Felipe Mafra foi o segundo, seguido por Agustín Canapino, Rubens Barrichello e Neto Nascimento. A corrida começou quente e logo na terceira curva Canapino e Mafra se tocaram, abrindo caminho para Roque Garcia conseguir uma distância segura para Neto Nascimento e Barrichello que vinham na sequência.

Roque Garcia dispara na liderança

A corrida foi recheada de disputas no pelotão intermediário e lá na frente Rubinho buscava se aproximar de Neto para brigar pelo segundo lugar. Enquanto isso, tranquilo na ponta Roque Garcia rumou para uma vitória tranquila em sua primeira participação na Masters of Track. Neto Nascimento com um problema no pedal de freio acabou perdendo o segundo lugar para Rubens Barrichello. Ivan Carmona e Rodrigo Capeleto fecharam o top 5 da primeira bateria.

A segunda bateria começou com uma largada tumultuada e alguns acidentes que ceifaram a corrida de alguns pilotos, mas passada a confusão da primeira curva, Eduardo Nogueira assumiu a ponta, seguido por Alysson Pacheco e Rubens Barrichello. Começou então uma perseguição incessante pela vitória, Alysson e Rubinho pressionavam muito, mas Eduardo se defendendo muito bem não dava chances aos rivais. Na metade da prova, um problema de conexão encerrou a corrida de Alysson e deixou a briga pela vitória entre Barrichello e Eduardo Nogueira.

Confusão na largada da 2ª bateria

Rubinho por várias vezes colocou de lado, ameaçou, emparelhou, mas nada abalava o guerreiro Eduardo Nogueira. Barrichello perdeu a chance de conseguir a liderança na parada obrigatória, colocando mais combustível que o necessário, deixando a decisão para a pista. Faltando apenas 3 voltas para o final, os pneus traseiros muito desgastados da BMW de Eduardo Nogueira não suportaram mais tamanha pressão de Barrichello. Rubinho fez a suada ultrapassagem e conquistou uma bela vitória que o colocou na liderança do campeonato. Nogueira fechou em segundo, seguido por Jair Nogueira em terceiro. Rodolfo Hessel e Anderson Candemil completaram o top 5.

Assista ao VT na íntegra:

José Telmo brilha novamente e vence a segunda consecutiva no Brasileiro de Formula

out 11, 2017

José Telmo se aproveita de erro nos boxes de Bruno Risseto e vence pela terceira vez na temporada, a segunda consecutiva. Vitor Genz, piloto oficial da Stock Car, completou o pódio.

Atual campeão, Alysson Pereira estreia nova temporada com vitória em Chicagoland

set 21, 2017

A quarta temporada de 2017 da Nascar trouxe como novidade o retorno das Trucks e de vários pilotos já conhecidos do iRacing Brasil, mas na pista tudo começou como terminou a última temporada, com vitória de Alysson Pereira.

Largada em Chicagoland

Rodrigo Novaes foi o pole-position da etapa, com Thiago Vieira largando em segundo. A corrida iniciou com um ritmo lento, com bandeiras amarelas causadas por acidentes de pequenas proporções no meio do pelotão. No primeiro stint longo em bandeira verde, Rodrigo Novaes manteve a liderança e um ritmo forte até cometer um erro, danificando sua Truck e perdendo posições rapidamente na sequência. Thiago Vieira assumiu era o novo líder até que um erro de Leandro Coelho trouxe nova bandeira amarela.

Na relargada, Thiago Vieira manteve a primeira posição. Romar Arns assumiu o segundo posto e Fred Fonseca o terceiro, antes de cometer um erro e perder várias posições também por conta de danos em seu carro. Carlos Guimarães vinha se recuperando de uma posição ruim de largada até rodar na entrada dos pits, trazendo o que seria a última bandeira amarela da noite.

Disputas na parte final da prova

A última relargada, na volta 92, trouxe logo uma surpresa: o até então confortável líder Thiago Vieira teve uma queda de conexão, e a liderança logo caiu no colo de Marcelo Fernandes, que chegou a estar uma volta atrás dos líderes por conta de uma punição recebida no início da prova. Enquanto Marcelo abria uma distância confortável, o que se viu foi uma luta incessante pelo segundo lugar, que chegou a envolver seis pilotos: Ellery Souza, Rodrigo Novaes, Laercio Leite, Romar Arns, Alysson Pereira e Fred Fonseca.

A vinte voltas do final, Marcelo Fernandes deixou escapar a liderança ao perder o controle da traseira de seu carro e fazer um breve passeio pelo gramado do circuito. Alysson Pereira e Rodrigo Novaes passaram então a disputar a liderança e Alysson, com pneus em melhores condições, não teve dificuldades em assumir e manter a primeira posição até o fim da prova. Laercio Leite assumiu a segunda posição a quinze voltas do final e Ellery Souza cruzou na terceira colocação. Rodrigo Novaes e Fred Fonseca fecharam o Top 5.

Assista ao VT na íntegra:

Leave a Comment