Rodrigo Novaes foi o vencedor da etapa de Indianapolis da Nascar Extreme Series. O piloto da Paraguay Racing AV impôs um ritmo dominante e liderou mais da metade das 80 voltas no Brickyard.

Novaes foi o mais rápido na qualificação (53s085) e dividiu a primeira fila com Laercio Leite (53s179). Romar Arns, líder do campeonato, qualificou na terceira posição mas perdeu a largada por um problema de conexão.

Em uma largada tranquila, Novaes e Laercio mantiveram suas posições e Rademac Romanetto assumiu o terceiro posto. O piloto da Escuderia Sul-Brasil chegou a tomar a segunda posição de Laercio Leite, mas cometeu um erro na volta 16, trazendo a primeira bandeira amarela da noite.

Após a relargada Rodrigo Novaes manteve-se firme na liderança e começou a abrir confortável vantagem, enquanto Laercio Leite passou a disputar a segunda posição com Rafael Hubie e Mike Ramos. Poucas mudanças se seguiram, até que os pilotos iniciaram uma janela de paradas em bandeira verde a partir da volta 46.

Disputa nas voltas finais

Quem assumiu a liderança após as paradas foi Carlos Guimarães, onde permaneceu até a volta 64. Com o desgaste dos pneus se acentuando, entretanto, o piloto da Sinister não foi páreo para Rafael Hubie e Rodrigo Novaes, este reassumindo a liderança.

A segunda e última bandeira amarela veio na volta 71 com um toque entre Rodrigo Azevedo e Rademac Romanetto, gerando uma nova relargada a apenas cinco voltas do final. Rodrigo Novaes saiu na frente, seguido de Rafael Hubie, Laercio Leite, Alysson Pereira e Carlos Guimarães.

Estes cinco pilotos logo se desgarraram do restante do grid e proporcionaram uma briga emocionante nas voltas finais, até que Rodrigo Novaes conseguiu controlar os ataques dos outros pilotos e garantir a vitória. Rafael Hubie foi o segundo, Alysson Pereira o terceiro, com a dupla da Sinister, Laercio e Guimarães, fechando o Top 5.

Com o resultado de seus maiores adversários na disputa do título, Romar Arns vai para a etapa final em Atlanta como o grande favorito para a conquista do título da temporada.

Assista o VT na íntegra:

PrimeTime Grand Touring é sucesso na estreia em Suzuka

jun 23, 2017

32 Pilotos tiveram presentes na 1° etapa do PrimeTime Grand Touring na pista de Suzuka no Japão. Uma pista muito técnica para os pilotos que exige muito do acerto do carro para bom comportamento em pista. Retas longas , chicanes curtas , curvas de altas, curvas de baixa e alguns cotovelos era o que esperava pelos pilotos.

Guilherme Buzato, campeão da Extreme Masters of Track T3-2017

Chega ao fim 3ª temporada de 2017 do iRacing Brasil

set 07, 2017
Ricardo Margarida, campeão do Troféu Zanoello Cup T3-2017
C. Scalassara (esq.) e R. Margarida (dir.)

Chega ao fim mais uma temporada de corridas no iRacing Brasil. Os cinco campeonatos realizados neste trimestre coroaram quatro campeões diferentes, entre novos nomes e velhos conhecidos do automobilismo virtual.

O Troféu Zanoello Cup, categoria organizada com o pacote básico do iRacing.com, teve uma reedição do confronto entre Ricardo Margarida (Bumba My Bull) e Carlos Scalassara (Mondial Racing), dois pilotos referência no Mazda MX-5, desafiados desta vez pelo ascendente Rodrigo Capeleto (4Nerds). Os pilotos proporcionaram disputas incríveis ao longo da temporada, como a apertadíssima chegada de Charlotte (foto). Mas, com seis vitórias no total, Ricardo Margarida garantiu o título com uma bateria de antecedência, na véspera de seu aniversário. Scalassara foi o segundo e Capeleto o terceiro.

Guilherme Buzato, campeão da PrimeTime Grand Touring Brasil T3-2017
Guilherme Buzato

Nos carros de turismo para além do pacote básico, uma disputa que se repetiu por duas categorias: Guilherme Buzato (FOX BR Motorsports) e Neto Nascimento (Bardahl SimRacing) polarizaram a disputa na PrimeTime Grand Touring Brasil (GTE) e Extreme Masters of Track (GT3). Os dois, juntos, abocanharam 9 das 12 baterias do campeonato, tanto na Grand Touring quanto na Masters of Track. A Grand Touring foi decidida só na última bateria, com Buzato garantindo o título com um 3º lugar no autódromo da Virgínia; na Masters of Track, a regularidade do piloto da FOX BR falou mais alto, garantindo seu segundo título na temporada com uma bateria de antecedência. Na entrevista após o título da MoT, Buzato afirmou: “entrei focado em ganhar o campeonato de equipes, e se viesse o de pilotos seria ótimo.” A FOX BR conseguiu o título na Masters of Track, mas na Grand Touring a honra ficou com a GAAS Endurance Team. Na mesma entrevista, Buzato também revelou que está de saída da equipe FOX BR atrás de um novo desafio.

Victor del Porto, campeão da Tribe IndyCar Series T3-2017
Victor del Porto

Nos circuitos ovais, um velho conhecido levantou a taça na Tribe IndyCar Series: Victor del Porto (Static Racing) sagrou-se campeão pela 11ª vez na categoria, colecionando cinco vitórias nas onze etapas do campeonato, incluindo a prova de abertura em Kentucky e a de encerramento em Auto Club. A temporada contou com o já habitual Triple Crown, três etapas com pontuação dobrada nos circuitos de Auto Club, Pocono e Indianapolis. Hercules Santos (Americas Sim Racing) venceu em Indianapolis e Carlos Washington (Alliance Sky Racing), vice-campeão da temporada, foi o vitorioso no triângulo de Pocono. O título de equipes ficou nas mãos da Americas Sim Racing, que colocou três pilotos no Top 5 da classificação geral do campeonato. Após a última etapa da temporada, Victor del Porto lembrou sua trajetória nos campeonatos de Indy do iRacing Brasil, e destacou: “incrível como depois de quatro anos e meio eu ainda goste muito de correr.”

Alysson Pereira, campeão da Nascar Extreme Series T3-2017
A. Pereira (esq.), L. Leite (dir.)

Último campeonato a ser encerrado na 3ª temporada de 2017, a Nascar Extreme Series ficou nas mãos de Alysson Pereira. O piloto sagrou-se campeão em uma temporada disputadíssima, que teve até a penúltima etapa cinco pilotos na disputa pelo título. No encerramento da temporada, em Darlington, somente Laercio Leite (Sinister Race Team) tinha chances de tirar o título das mãos de Alysson, que venceu a corrida e encerrou a temporada da melhor forma possível. Alysson Pereira venceu três vezes na temporada (Iowa, Bristol e Darlington), um número expressivo em um campeonato tão disputado, quantia só igualada por Romar Arns (Escuderia Sul-Brasil). Alysson creditou seu sucesso no campeonato a uma característica de pilotagem: “me dou bem em pistas que o traçado ideal é mais alto, como Kansas, Bristol e Darlington.” Laercio Leite conquistou o vice-campeonato pela segunda temporada consecutiva e ajudou a Sinister Race Team a garantir o troféu entre as equipes.

A próxima temporada do iRacing Brasil estreia no dia 17 de setembro, e algumas novidades, como a entrada de circuitos mistos na IndyCar e a chegada da Ferrari 488 GT3 à Masters of Track prometem dar ainda mais emoção às últimas disputas de 2017. Antes disso, o iRB organizará no dia 12 um evento especial de pré-temporada com os carros GT3 no circuito de Interlagos. As inscrições, tanto para a temporada regular, quanto para o evento especial, já estão abertas.

Sobrou emoção, faltaram casas decimais na abertura da Tribe IndyCar Series

set 18, 2017

A etapa de Las Vegas da Tribe IndyCar Series abriu a temporada em grande estilo, com talvez a chegada mais apertada da história do iRacing Brasil.

Leave a Comment